Consultoria Empresarial

OBJETIVO DA CONSULTORIA EMPRESARIAL

Elaboração de planejamento que atenda as especifidades da empresa, apontando caminhos que conduzam a uma redução de riscos e a geração de novas oportunidades

Propiciar condições para o estabelecimento de uma administração ágil e competitiva, sem interferir na cultura da organização, visando melhorar a qualidade dos produtos vendidos, a produtividade, o bem-estar da comunidade, e principalmente o aumento da lucratividade

 

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Processo gerencial apoiado em informações sobre os cenários internos e externos da organização, levando em consideração os recursos existentes e os passíveis de obtenção, visando auxiliar os gestores na tomada de decisões no dia-a-dia dos negócios.

Ferramenta que possibilita diminuir riscos, tomar decisões mais objetivas, e gerenciamento dos recursos financeiros, humanos e materiais, e visa a manutenção do foco nos negócios da organização.

 

DEFINIÇÃO DO MODELO DO NEGÓCIO

É preciso definir com clareza qual o negócio da empresa, para que o empresário e sua equipe gerencial não se percam em ações que não sejam condizentes com os propósitos estabelecidos

O Plano estratégico deve identificar com clareza os segmentos de atuação, a proposta de valor para os clientes, os canais de comunicação, distribuição e vendas, o nível de relacionamento que deseja oferecer, e a lógica econômica de como irá gerar valor

 

OBJETIVOS, METAS E ESTRATÉGIAS

OBJETIVOS

Devem ser definidos para as diversas perspectivas do negócio, e devem estar relacionados ao ponto onde se deseja chegar (target), o que se pretende para o negócio

 

METAS

É de fundamental importância definir uma meta para cada objetivo. O conjunto de metas deve fazer sentido e estar alinhado com as principais diretrizes da organização

 

DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS

As estratégias podem estar relacionadas à gestão, à cultura organizacional, à liderança, às pessoas, aos processos, aos produtos, aos serviços etc, envolvem Comunicação, Integração, Visualização e Correção.

 

COMUNICAÇÃO

Para que os objetivos sejam alcançados, é preciso comunicá-los para todos os profissionais envolvidos.

 

INTEGRAÇÃO

É necessária a criação de uma estratégia de integração para que todos os envolvidos entendam seus papéis dentro do processo, e possam tomar as posturas adequadas para desenvolver suas funções.

 

VISUALIZAÇÃO

Os cronogramas ajudam a visualizar as atividades que devem ser feitas em determinado prazo.

 

CORREÇÃO

Com o cronograma feito, torna-se muito mais fácil identificar possíveis atrasos, antecipar etapas e fazer com que tudo aconteça no tempo previsto.

 

ORÇAMENTO (BUDGET)

IMPORTÂNCIA DO ORÇAMENTO

Para que o Planejamento Estratégico resulte em sucesso, é de vital importância a elaboração de um orçamento que contemple tanto a área operacional quanto a financeira.

 

PREVISÃO x REAL

O orçamento deve prever os dispêndios da área operacional e os investimentos previstos no planejamento, e deve ser acompanhado mensalmente com a confrontação dos dados reais, possibilitando imediata tomada de posição e correção de rumos.

 

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Em um cenário de tantas variações econômicas, com o crescimento da inadimplência e da escassez de créditos, que comprometem a gestão do capitgal de giro das empresas, torna-se necessária a elaboração de um bom planejamento financeiro para que os compromissos assumidos possam ser honrados.

Muitas pessoas e mesmo alguns empresários experientes tem uma ideia errônea a respeito dos controles financeiros, julgando que sua implantação só acontece após um trabalho complexo, trabalhoso e caro.

Na realidade quanto mais simples forem os controles financeiros utilizados na gestão diária da empresa, apoiados em ferrramentas analíticas, maior a possibilidade da tomada de decisões assertivas.

A partir de relatórios simplificados, são possíveis a elaboração de análises profundas e ricas de informações que ajudarão o empresário a tomar decisões, dentre os quais podemos destacar:

Organização do fluxo de caixa e da conciliação bancária

Análise de pagamentos, recebimentos e inadimplências

Análise de endividamento e alavancagem financeira

Acompanhamento dos custos invisíveis

Reestrututação financeira

 

MÉTRICAS - O QUE SÃO E COMO FUNCIONAM

De nada adiantará montar um Plano Estratégico completo, com todos os passos minuciosamente elaborados, se não forem desenvolvidas algumas métricas para acompanhar a evolução das ações.

Métricas são mecanismos desenvolvidos para verificar se os investimentos feitos estão sendo condizentes com o alcance dos objetivos, se o Retorno sobre os Investimentos (sigla ROI, em inglês) está sendo alcançado ou não.

E de nada adianta encontrar números, bons ou ruins, se eles não estiverem ajudando a alcançar os objetivos definidos. Use-os como parâmetros, faça ajustes sem medo, e acompanhe sempre todos os resultados

 

SIMULADORES ESTRATÉGICOS

FINALIDADE E CONCEITO

Os simuladores estratégicos têm, como principal finalidade, permitir aos dirigentes e gestores simularem diversos cenários estratégicos a partir de sua posição atual.

Através destas simulações, eles poderão verificar, antecipadamente, qual será o impacto de algumas medidas sobre a Receita, o Custo, as Margens, a Liquidez, dentre outros importantes indicadores.

Dentre os principais simuladores destacamos os seguintes:

SIMULADOR DE CAPITAL DE GIRO

SIMULADOR DE FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

SIMULADOR DE RENTABILIDADE E SOLVÊNCIA

SIMULADOR DO PONTO DE EQUILÍBRIO

SIMULADOR DE PROJEÇÃO DE META DE FATURAMENTO

SIMULADOR DE PROJEÇÃO DE RENTABILIDADE

SIMULADOR DE SUGESTÃO DE COMPRAS

 

GOVERNANÇA CORPORATIVA

DEFINIÇÃO

“Sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os Acionistas, os Cotistas, o Conselho de Administração, a Diretoria, a Auditoria Independente, e o Conselho Fiscal.

As boas práticas da Governança Corporativa têm por finalidade aumentar o valor da empresa, facilitando seu acesso ao capital e contribuir para sua perenidade” (IBGC: Instituto Brasileiro de Governança Corporativa)

 

OBJETIVOS

Recuperar e garantir a confiabilidade de uma determinada empresa em face de seus acionistas ou cotistas, criando um conjunto eficiente de mecanismos, tanto de incentivos quanto de monitoramento, a fim de assegurar que o comportamento dos executivos contratados esteja sempre de acordo com os interesses dos acionistas e/ou cotistas.

 

BENEFÍCIOS

Desenvolvimento econômico sustentável, proporcionando melhorias no desempenho das empresas, além de melhor acesso às fontes eternas do capital.

Previne as empresas contra abusos de poder, erros estratégicos e fraudes.

 

GOVERNANÇA CORPORATIVA EM EMPRESAS FAMILIARES

BENEFÍCIOS

Proporciona aos herdeiros e aos sócios de empresas familiares, atuantes ou não nos negócios, uma visão abrangente dos aspectos variáveis da gestão, desde a preocupação com o desenvolvimento pessoal até as responsabilidades junto ao negócio, ao patrimônio familiar e aos aspectos jurídicos.

Permite tanto o crescimento dos negócios quanto o desenvolvimento pessoal dos herdeiros e sócios visando a perenidade dos negócios familiares.